Feeds:
Posts
Comments

Advertisements

florsete

From his journal three days ago

My favourite movie critic ever is dead. I discovered him at a book store, in São Paulo. His opinions and texts were so endearing I bought that book, signed his Chicago Suntimes newsletter, followed him on twitter and face, read his blog whenever I could. I also installed his app of Great Movies.
Before I bought a dvd or planned on going to the movies I always asked his opinion.
Even his critics about films he did not like were fun! He had this tender, ironic, clever look. He was doing what he loved.
He overcame a tumor that left him without speaking, and now died of a new one.
His newsletter arrived every Friday! Who will tell me about movies I should see now?

Roger Ebert’s Journal

He ended his last journal entry with
“I’ll see you at the movies”.
I promise. I…

View original post 9 more words

Uma menina de 18 anos, acompanhada do namorado

A barriga cresceu…

Enjoo…

Podia ser um bebê…

Era um câncer, que se espalhou pelo abdômen…

Que ainda vai dar tanta dor…

Chegou com dor de angina.

Melhorou com medicação. Internou na uti. Passou bem duas horas. A dor voltou forte. Morreu 10′ depois. Tentaram salvá-lo por quase uma hora sem sucesso.

No dia seguinte encontro a esposa sorridente…

“Oi, doutora! Tudo bem? Ligaram do hospital pedindo pra gente vir…”

Contei.

O sorriso apagou.

Finados

E os mortos da boite Kiss, e do Circo de Niterói, e dos atentados de tantos lugares, e os policiais assassinados, e as vítimas de crimes, e acidentes, e morte natural, e suicídio…
E uma senhora muito querida… E minha mãe…
Rezo hoje.
E todo dia…

florsete

Minhas vós e meu vô, um dos meus melhores amigos da faculdade, a mãe do meu cunhado.
As três morreram lúcidas, idosas, amadas. Sinto a falta delas até hoje, mas sinto a presença delas também.
Não como fantasmas, como anjos da guarda…
Meu amigo morreu num acidente, nas ferias de fim de ano na faculdade. Não realizou seus sonhos. Me fez muita falta também.
O Senna. Também deixou muitos sonhos. Morreu em público. Tão triste…
Rezei hoje.

20121102-095141.jpg

View original post

A gente sofre mas se diverte…

A gente tenta mudar a vida das pessoas pra melhor, salvamos vidas, conhecemos mil historias, tentamos transformar o futuro de pessoas que têm paciencia conosco, com suas doenças, são pacientes.

Pessoas que ensinam, assombram, divertem, aprendem…

O Dia dos Médicos também é Dia dos Pacientes…

A que me ensinou a escrever e ler. Uma de biologia, que adorava o assunto que ensinava. Um de geometria analítica, que também tornava o assunto interessante. Um de química, que ensinava laboratorio e a tabela periódica… Uma de francês, que achava e fazia a lingua linda… Os de propedêutica, que nos ensinara a conversar e examinar…

Da professora Heley, que perdeu a vida protegendo seus alunos na creche Gente Inocente…

Heley #gentedebem

Heley, #gente de bem

Desses não me esqueci. Parabéns!!!!